A arte de liderar

03 A distinção entre líder e chefe

Cezar: Em outro diálogo eu havia dito que vejo o líder como alguém que corre na frente e deixa seus liderados correrem juntos sem ter medo de ser ultrapassado por eles. Quando um líder não deixa seu liderado crescer, é atropelado por este e temos um conflito.

Cezar: Eu atuei com prefeitos que eram líderes nesta dimensão e tinham secretários competentes. Estes prefeitos não tinham medo de ser ultrapassados em conhecimento por nenhum deles, pois os prefeitos tinham um mínimo de conhecimento em todas as áreas, sabiam argumentar em qualquer área de atuação, sabiam fazer perguntas inteligentes para extrair o máximo de cada secretário e individualmente contribuíam para com a decisão de cada um. O líder, diferente do chefe, não quer tão somente que as pessoas façam alguma coisa, mas que elas cresçam naquilo que fazem.

Amiga: São raros líderes assim.

Cezar: Sim, nós estamos habituados a termos chefes, não líderes e muitas vezes confundimos um com o outro. O líder inspira as pessoas, o chefe ,nem sempre.

Amiga: Na igreja não é diferente, os líderes tem medo de perder o poder.

Cezar: Corrigindo, os chefes têm medo, o líder por excelência, não.

Amiga: Interessante!

Cezar: Esta é uma das características que diferenciam o líder do chefe, o líder trabalha construindo realidades, portanto não perde poder porque o poder está com ele nesta realidade que está sendo construída. O chefe não, ele trabalha com tarefas bem específicas, baseada no principio de obediência restrita. O líder cria margem para a criatividade porque ele sabe que precisa contar com uma equipe para produzir algo novo. O líder tem, necessariamente, de extrair o melhor delas, por isso o líder se esforça para liderar, ou seja, a ferramenta mais importante dele é a comunicação .

Cezar: A pessoa que segue o líder precisa perceber a amplitude do caminho para que ela possa ativamente participar da construção dele. É por isso que em uma equipe, muitas vezes o líder não é o chefe, mas ele influencia, inclusive o chefe.

Amiga: É isso que está faltando para a igreja trabalhar em equipe? Comunicação?

Cezar: Não creio que seja comunicação que falte, mas eficácia na comunicação . São duas coisas diferentes. Veja você, é possível ter um cargo na igreja, todavia o fato de você ter um cargo não faz de você uma líder neste cargo. Chefiar e liderar são coisas diferentes entre si. Você pode estar falando de comunicação de chefia para subordinado ou comunicação de líder para liderado

Cezar: A comunicação pode ser ideal para chefia, mas seu conteúdo não instiga um liderado, mas um subordinado. Como as pessoas no mundo de hoje não mais aceitam ser subordinados, elas simplesmente se rebelam contra este tipo de comunicação , não dão ouvido a ela, descreem dela e dizem consigo mesmo: – para que fazer o excelente, vai dar tudo na mesma, nada de novo se criará. Esta é a perspectiva da relação chefia/subordinado.

Cezar: Agora, quando há um líder, a dinâmica é outra, completamente diferente da comunicação feita por uma chefia. É um erro chamar a priori diretores de departamento de líderes. Em principio eles estão chefiando alguma coisa, agora é no modo como se comunicam com seus subordinados que saberemos se realmente são líderes ou chefes. Obviamente queremos que todos diretores de departamentos atuem como líderes, exerçam liderança, mas isso só acontecerá se eles forem líderes ou forem instruídos para se tornarem líderes.

Cezar: Agir enquanto líderes não é natural, não ocorrerá naturalmente para a maioria das pessoas que estão nas diretorias dos departamentos. O que tenho visto é muita chefia convocando pessoas, não líderes convocando liderados. Sabe qual a diferença entre uma convocação e outra?

Amiga: Diz-me.

Cezar: O chefe convoca para resolver um problema, cumprir uma atividade, o líder convoca para fazer a imersão em um sonho, mudar uma realidade. O chefe convoca para dar continuidade ao que existe, o líder convoca para superar obstáculos que parecem instransponíveis. É por esta razão que no livro do Haggai o primeiro principio ensinado é acerca da visão. Sem visão não há como ter liderança, é como cego dirigindo cego, todos cairão na mesma vala.

Cezar: liderar é ver potencialidades o tempo todos e em todos. Para o líder não existe obstáculos no sentido de restringir o que fazer, mas para serem identificados e superados. Agora, para vencer obstáculo é preciso ter um sonho claramente definido. José sonhava ver seus irmãos dobrar-se a ele; Moisés sonhava ver o povo de Israel liberto do Egito; Daniel sonhava ver o povo voltar do cativeiro; Paulo sonhava ver a igreja expandir-se por todo mundo gentio.

 
pensador

              http://cezarazevedo.com.br/plano-de-salvacao-por-pergunta/

              http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-novo-convertido-0110/

              http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-batismo-0110/

              http://cezarazevedo.com.br/ministracao-para-libertacao-interior-e-perdao/

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

Leave a Comment