A arte de liderar

07 Liderar é reger uma orquestra

Amiga: Me diz, como agir quando você está em um ministério cujo sonho não é compartilhado pelo diretor daquele ministério?
 
Cezar: Ser líder não exige que você tenha a direção de alguma coisa, é possível exercer liderança em qualquer contexto. Claro que, se você não é o diretor ou autoridade maior em dado contexto, há necessidade de muito mais diplomacia, porquanto exercer liderança sobre algo não lhe dá liberdade de tirar autoridade de quem quer que seja. Lembre-se, liderar é exercer influência e, quando a exercemos, fazemos o outro crescer, não estamos impondo autoridade sobre ele. Liderar é, portanto, a arte da conquista do coração do outro. Assim, é possível você estar com o outro, liderando ele, ainda que seja seu superior, em seu próprio sonho.

Amiga: Interessante.

Cezar: Se você lidera, você ensina os outros a sonhar, você os move por meio de sonhos e visões. Eu procuro fazer isso o tempo todo com os que me cercam, formo pessoas em todo o tempo e em todo percurso, este é um de meus dons. Vejo minha tarefa como aquela que faz o outro alcançar seu próprio sonho. É como exerço meu dom.

Amiga: Cezar, nós, que estamos na liderança, não podemos sobrecarregar as pessoas que caminham conosco?

Cezar: O líder lida com esta questão de continuo, uma de suas tarefas é de motivar, outra de distribuindo a carga de modo a compor uma orquestra. Agora, observe o seguinte, muitos pensam que podem ir menos do que realmente são capazes, por isso, na motivação você faz a pessoa superar suas próprias limitações.

Amiga: Sim, mas o líder precisa não só aprender esta lição, como também saber que não pode fazer tudo sozinho.

Cezar: Note, o líder deve estar atento aos dons, capacidades e talentos de cada um para que possa fazer outros dividir as atribuições necessárias para o cumprimento de uma visão. Por outro lado nada se modifica sem uma determinada sobrecarga de trabalho. Assim, o maior problema não é a carga em si, mas o modo como ela se distribui no processo: quem faz o que e porque o faz. Se a equipe tem consciência disso, agem de forma proativa. Geralmente as pessoas já estão fazendo o que precisa ser feito, cabe-nos saber distribuir bem este tempo. Então surge outra questão: como esta usando o tempo?

Amiga: Voltamos ao tempo.

Cezar: O líder não pode ser se dar como referencia na administração do tempo no sentido em que ele já tem um certo preparo de como distribuir suas prioridades vivenciais. Geralmente o líder está apto a suportar pressão, agora seus liderados estão entrando em algo novo com você. Sem terem sido formados no uso do tempo, eles podem sofrer muito por causa da pressão das tarefas que lhes são atribuídas. Assim é importante que você descubra como aprendeu a usar o tempo para os ensinar também.

Cezar: Por exemplo,Davi foi a guerra. Seu exercito estava muito cansado. A maioria não dava mais conta de lutar. Então Davi parou, armou um acampamento, deixou neste acampamento os mais afadigados e seguiu com um pequeno exercito. Foi, venceu e voltou com os despojos. Então quem foi a guerra disseram: – os despojos são nosso, eles ficaram aqui comendo do bom e do melhor. Davi disse: – quem ficou merece tanto quanto quem foi, tudo será dividido por igual. Neste dia ele estabeleceu a lei da guerra: igualdade dos benefícios da vitória indistintamente para todos, quem trabalhou mais ou mesmo, para quem nada fez. Este é o papel do líder, saber de quem exigir, a quem dar descanso e estando atento aos limites de cada um e, no final, dividir a vitória por igual.

Amiga: Ou seja conhecer sua equipe.

Cezar: Exato. É como o sonho de ir a Lisboa. Visualiza como ela é, identifica a rota para lá chegar, define os papeis de todos que vão contribuir para sua realização, então seu sonho se tornou visão compartilhada. Na distribuição dos papeis você dosa a tarefa de cada um conforme sua estrutura pessoa, sua disponibilidade de recursos, sua própria capacitação. O líder é o regente de uma grande orquestra, cada um precisa tocar sua própria nota. Percebe como o sonho como visão compartilhada é seu ponto de partida?

Amiga: Sim.

Cezar: Quando você encontrar alguém que tem aptidão para uma função, você tem de compartilhar com ele a sua visão. É preciso reproduzir esta atitude a cada novo liderado, incansavelmente, instigando-o a sonhar seus próprios sonhos no seu sonho. Fazendo isso você terá consigo uma equipe unida e proativa. Isso é liderar.

Amiga: To aprendendo.
 
Cezar: Pense no sonho como uma grande partitura. Você é o maestro e está diante da orquestra. Tem a partitura, precisa treinar cada instrumentista isoladamente, até que todos possam tocar harmoniosamente em conjunto. Você afina um, depois coloca todos para tocar junto e vai aperfeiçoando o processo até ter a melodia que você procura. Isto é liderar.

 
pensador

              http://cezarazevedo.com.br/plano-de-salvacao-por-pergunta/

              http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-novo-convertido-0110/

              http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-batismo-0110/

              http://cezarazevedo.com.br/ministracao-para-libertacao-interior-e-perdao/

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

Leave a Comment