Blog

Analise a relação: a dívida e o anticristo

Segundo o Serasa Experian, o número de endividados no Brasil alcançou a cifra de 57 milhões de pessoas. Concluíram nesta pesquisa que este número deve ao descontrole dos indivíduos ao assumir suas dívidas. Estes são os que foram inclusos em listas de inadimplentes. Em agosto de 2013 o número era de 55 milhões e no mesmo mês de 2012 de 52 milhões de pessoas. Conforme informa o artigo: 

"De acordo com os especialistas da Serasa Experian, o aumento do número de inadimplentes deve-se ao crescente endividamento das famílias e ao descontrole do consumidor ao assumir novos financiamentos, sem considerar as contas fixas mensais e outras dívidas já contraídas. Parcelamento de compras com juros altos (como de imóveis e carros), bem como as altas taxas cobradas pelo uso do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito, também são fatores que comprometem o orçamento e ajudam a levar as famílias para o caminho da inadimplência. As dívidas não bancárias, como carnês de lojas e aquelas contraídas junto aos bancos, foram as principais responsáveis pela alta da inadimplência."[1]

E

Eis o soberbo! Sua alma não é reta nele; mas o justo viverá pela sua fé. (Ha 2.4)

Não levantarão, pois, todos estes contra ele um provérbio, um dito zombador? Dirão: Ai daquele que acumula o que não é seu (até quando?), e daquele que a si mesmo se carrega de penhores! (Ha 2.6)

Versão Português: João Ferreira de Almeida Corrigida e Revisada, Fiel Não levantarão, pois, todos estes contra ele uma parábola e um provérbio sarcástico contra ele? E se dirá: Ai daquele que multiplica o que não é seu! (até quando?) e daquele que carrega sobre si dívidas!

Não se levantarão de repente os teus credores? E não despertarão os que te hão de abalar? Tu lhes servirás de despojo. (Ha 2.7)

Ai daquele que ajunta em sua casa bens mal adquiridos, para pôr em lugar alto o seu ninho, a fim de livrar-se das garras do mal! (Ha 2.9)


 

Leave a Comment