Editoriais 2008

Editorial: Precisamos de intercessores

“Pelo que também rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação, e cumpra com poder todo desejo de bondade e toda obra de fé.” (II Ts 1:11)

Nós precisamos de intercessores. Talvez você se pergunte: para que? Usualmente o cristão vem aos domingos à noite assistir o culto, recebe algo do Senhor e se retira para voltar a ocupar-se com o reino de Deus no domingo seguinte. Este quadro é um dos sintomas que precisamos de intercessores.

Nós precisamos de intercessores porque foi esta uma das lições que o apóstolo Paulo nos deixou. Ele foi um grande missionário, muitas igrejas foram fundadas por seu ministério. E por onde quer que fosse, carregava estas igrejas em seu coração, intercedendo de contínuo por elas.

A igreja de Tessalônica fora duramente perseguida. Paulo clamava de contínuo diante do Senhor para que ela prosseguisse firme em seu testemunho cristão. Em dado momento ele externa sua oração manifestando seu desejo que esta igreja fosse digna de sua vocação, isto é, que fosse fiel e constante na obra do Senhor. Paulo tinha consciência que a aflição pode tirar o cristão da presença de Deus. Não são poucos os que, diante das dificuldades, se retiram para suas casas porque pensam que Deus os esqueceu.

Paulo chegou a questionar se seria justo Deus agir em juízo contra os opressores, isto porque mesmo estes carecem da glória de Deus. Enquanto estiverem nesta condição não fará outra coisa senão perturba os cristãos. Nós mesmos ante éramos como eles, cegos em nosso entendimento.

Precisamos de intercessores para que o Senhor envie obreiros à sua seara. Precisamos de intercessores para que sejamos firmes no exercício de nosso testemunho cristão. Precisamos de intercessores para que sejamos membros ativos no reino de Deus. Você não quer atender a este chamamento?

Leave a Comment