Mensagens

Grandes vitórias vem das pequenas conquistas

Assim, os dois homens voltaram, e desceram do monte, e passaram, e vieram a Josué, filho de Num, e lhe contaram tudo quanto lhes acontecera; e disseram a Josué: Certamente, o SENHOR nos deu toda esta terra nas nossas mãos, e todos os seus moradores estão desmaiados diante de nós. (Js 2.23,24)

Josué viu no relato dos homens que foram espiar Jericó indícios que confirmavam a promessa de Deus para com eles. Deus dissera a Josué que ele seria guiado do mesmo modo que fora Moisés diante do povo de Israel. Toda terra que ele colocasse as plantas dos seus pés seria por ele conquistada e seus inimigos derrotados, bastava ele ser forte e corajoso, não temendo nenhuma adversidade. Foi nesta confiança que Josué enviara os espias a Jericó.

Estes espias entraram na cidade, se dirigiram a casa de uma prostituta de nome Raabe. O rei, tomando conhecimento da presença dos israelitas na cidade, mandou prendê-los, ao que Raabe os ocultou em sua casa, despistou os soldados e os fez fugir pelo muro da cidade. Estes homens voltaram e contaram todos estes fatos a Josué, inclusive do compromisso de salvar Raabe e seus familiares. Em tudo isso e, principalmente no fato de Raabe ter demonstrado confiança na conquista de Israel sobre Jericó fez Josué entender como um sinal da boa mão de Deus para com eles.

Esta passagem bíblica nos traz uma lição preciosa na aplicação das promessas de Deus sobre nossas vidas. Podemos citar uma, em especial, que declara sermos vitoriosos, pois está escrito: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou” (Rm 8.37). Muitos de nós desejamos sermos vitoriosos em nossa jornada, ocorre que a obtenção desta vitória exige alguns cuidados e procedimentos. A primeira coisa que temos de ter é a compreensão sobre que aspectos de nossas vidas termos vitórias. Um modo negativo de considerar esta verdade é que não podemos esperar vitórias sobre práticas pecaminosas como indício que Deus é por nós. Se refizermos nossa leitura da assertiva do apóstolo Paulo veremos que ele elenca um rol de situações sobre as quais podemos ser vencedores, pois ele declara – “em todas estas coisas”.

Sobre quais situações podemos ter convicções de que seremos vitoriosos? Ele começa a declarar a certeza de vitória ao mencionar que Deus é por nós, nunca contra nós (Rm 8.31), demonstrando de forma cabal a evidência desta afirmação ao declarar que Deus é por nós por ter dado o Seu próprio Filho Jesus Cristo ao conduzi-lo à crucificação. O apóstolo João declarara esta mesma verdade em uma das mais conhecidas passagens bíblicas como podemos ler:

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo 3.16)

Observe que o amor de Deus é incomensurável ao ponto de dar Seu próprio Filho para que nós pudéssemos ter a vida eterna, assim, nunca perecer, jamais morrer. Deste modo podemos declarar que a maior de todas as promessas dada por Deus a nós é a de que teremos a vida eterna, não vamos morrer jamais. A luz desta verdade podemos considerar estas coisas pelas quais, se viermos a passar, haveremos de ter vitória. Na continuação de sua exposição o apóstolo Paulo as declara, listando-as: somos mais que vencedores sobre acusações ou condenações que possam ser perpetradas contra nós porque somos amados por Deus, somos filhos de Deus. Se nenhuma acusação ou condenação pode ser arguida contra nós, podemos ter a certeza e convicção que esta verdade perdura no tempo, portanto nem tribulação ou angústia ou perseguição ou fome ou nudez ou perigo ou espada poderá nos separar deste tão grande amor que Deus demonstrou por nós.

pensador

    http://cezarazevedo.com.br/plano-de-salvacao-por-pergunta/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-novo-convertido-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-batismo-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/ministracao-para-libertacao-interior-e-perdao/

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

 

Leave a Comment