Reflexões

Mudemos o canal de nossos pensamentos

Davi muito se angustiou, pois o povo falava de apedrejá-lo, porque todos estavam em amargura, cada um por causa de seus filhos e de suas filhas; porém Davi se reanimou no SENHOR, seu Deus. (I Sm 30.6)

As emoções que nos assaltam fazem isso mesmo, nos pegam de surpresa e, quando percebemos, estamos submersos nelas. Se nós atentarmos nosso dia a dia, perceberemos que podemos gastar horas e horas imersos nas emoções negativas, em angústias, temores, receios, sentimentos de inferioridades e coisas semelhantes. Foi o que aconteceu com o Davi. A situação dele era terrível, perseguido pelo rei Saul, tinha de lutar dramaticamente por sua sobrevivência. Como se não bastasse tal adversidade, Davi era ainda obrigado a lutar contra os inimigos de Israel, os filisteus. Davi, nesta época, era seguido por mais de quatrocentos homens, muitas famílias estavam sob sua responsabilidade, o que fazia ser assaltado pelos mais diversos temores, entre eles, a angústia.

A situação que Davi se encontrava era ainda mais complicada porque estava debaixo da proteção do inimigo que tinha de combater. Muitas vezes nos encontramos na mesma condição, por exemplo, na área financeira. Quantas vezes não temos necessidade de dinheiro e pegamos um empréstimo. Em um primeiro momento o empréstimo alivia a pressão que existia sobre nós até começar a vencer as prestações. Então aquilo que nos protegia se torna um problema imenso, pior, com muito mais força que nosso adversário anterior, assim, facilmente nos encontramos na situação de Davi, isto é, quem pensávamos que nos protegia se torna nosso pior inimigo.

Naquele dia Davi saiu ao encalço de filisteus, quando voltou para casa percebera que os amalequitas haviam destruído todos seus bens e levado suas mulheres e crianças prisioneiras. Davi e seus homens choraram até não ter mais força, a situação era deveras deprimente. Creio que, enquanto Davi chorava, observava atentamente todos ao seu derredor e percebeu que não havia ninguém entre eles que podia levantar-se em meio ao caos e dar um rumo a todos. Davi não via a si mesmo capaz de fazer a diferença, até que resolveu olhar para os céus. Foi quando se lembrou que a vida procede de Deus, logo em Deus ele poderia encontrar forças para mudar completamente de perspectiva.

Lair Ribeiro ensina que pensamento gera sentimento que gera comportamento. Enquanto Davi permitia que seus pensamentos fossem nivelados pelas condições ambientais deprimentes, tinha por resultado seu coração assaltado por toda sorte de angústia, razão porque se extravasou em lágrimas. Ele percebeu que quanto mais atenção dava ao que via, maior era sua angústia, pior sua inanição. Como mudar aquele quadro! Mudando o canal do seu cérebro.

Em certo Salmo Davi escreveu: “Responde-me quando clamo, ó Deus da minha justiça; na angústia, me tens aliviado; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração” (Sl 4.1). O que Davi estava a aprender naquele dia era que podia escolher entre se deprimir com a situação ou clamar a Deus por uma solução. Ele percebera que, enquanto convertia suas lágrimas em oração, seu coração era aliviado do fardo da depressão. Davi compreendera que atentar para o visível era crer em uma mentira e por que seria assim? Note a situação. Davi não tinha como saber que indo ao encalço dos filisteus seria atacado pelos amalequitas. Voltando do campo de batalha, Davi se deparou com uma situação que decididamente não fora criada por ele, sua terra devastada e seus entes amados feitos prisioneiros. O choro de Davi decorria de ver o presente a luz do passado. Quando clamou a Deus percebeu que havia esperança para o futuro, podendo recomeçar tudo de novo. Tenhamos esta mesma consciência de Davi, mudemos o canal de nosso cérebro, foquemos na esperança em Deus para transpor os obstáculos presentes e teremos a vitória sobre nossos sentimentos, mudando nosso comportamento. Quer tentar?

pensador

    http://cezarazevedo.com.br/plano-de-salvacao-por-pergunta/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-novo-convertido-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-batismo-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/ministracao-para-libertacao-interior-e-perdao/

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

 

Leave a Comment