Mensagens

Sejamos firmes no campo de batalha chamada existência

Dispuseram-se, pois, aqueles homens e se foram, e Josué deu ordem aos que iam levantar o gráfico da terra, dizendo: Ide, correi a terra, levantai-lhe o gráfico e tornai a mim; aqui vos lançarei as sortes perante o SENHOR, em Siló. (Js 18.8)

As cidades da tribo dos filhos de Benjamim, segundo as suas famílias, eram: Jericó, … Jebus (esta é Jerusalém) …; ao todo, catorze cidades com suas aldeias; esta era a herança dos filhos de Benjamim, segundo as suas famílias. (Js 18.21,28)

Não puderam, porém, os filhos de Judá expulsar os jebuseus que habitavam em Jerusalém; assim, habitam os jebuseus com os filhos de Judá em Jerusalém até ao dia de hoje. (Js 15.63)

Muitas vezes nos esquecemos que vivemos no planeta terra. É melhor explicar esta afirmação. A ciência declara que o universo surgiu de uma grande explosão conhecida por Big Bag a mais de 13 bilhões de anos atrás. A Bíblia atesta que os céus e a terra foram criados por Deus. Em um estudo detalhado do capítulo um de Gênesis é possível ver um paralelo com a teoria do Big Bang, o que podemos concluir que ambos os relatos são coincidentes. A maior diferença entre uma acepção da criação e outra nem está no modo como o universo foi criado, mas na razão porque nos encontramos em um mundo envolto em crises e dissabores. A Bíblia faz-nos saber que o homem foi criado a imagem e semelhança de Deus. O sábio Salomão, fazendo alusão a este fato, escreveu: “… Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias” (Ec 7.29). Por ter desobedecido a orientação divina, comido do fruto proibido, o representante da raça humana diante de Deus foi sentenciado a ter a terra amaldiçoada com a seguinte sentença: “Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida” (Gn 3.17). Desde então, como regra geral, todo ser humano nascido neste planeta precisa conviver com ciclos de prosperidade e pobreza, bom tempo e tempestades, colheita farta, seca imprevisível e assim por diante. Uma criança, ao nascer, recebe uma palmada do médico para liberar o ar do pulmão, mas ela chora de dor. A mãe, para trazer a criança a este mundo, logo se esquece de sua dor pela alegria de seu filho ter nascido. Em síntese, não há como viver neste mundo sem passar pelo sofrimento, pelas dificuldades e pela dor.

Voltando ao contexto, Israel foi liberto da escravidão do Egito para se estabelecer em uma terra que manava leite e mel, lugar extremamente fértil e promissor. Depois de algumas batalhas, cada tribo recebeu uma porção de terra mediante sorteio. A parte que caiu para a tribo de Benjamim incluiu duas cidades enigmáticas: Jericó e Jerusalém. Antes de chegar o dia deste sorteio, ficamos sabendo que Jerusalém era ocupada pelos Jebuseus, um povo que Israel não fora capaz de vencer nos campos de batalha. Podemos resumir dizendo que a tribo de Benjamim recebeu por herança uma terra que era ocupada por seus inimigos de forma que para tomar posse da terra, esta tribo teria que guerrear e vencer seus inimigos.

Do mesmo modo, todos nós, que fomos justificados em Cristo Jesus, fomos declarados mais do que vencedores por meio daquele que nos amou. Contudo nós permanecemos em um mundo que jaz no maligno, que não teve sua sorte restaurada. Assim, entre o tempo em que nos tornamos novas criaturas até o dia em que haveremos de estar com o Senhor, permanecemos em um campo de batalha, cuja herança já nos pertence por direito. Por que precisamos entender esta verdade? É porque diante das lutas que travamos, dos sufocos que passamos, das tribulações que enfrentamos, das vicissitudes que nos abalam, temos uma grande facilidade de nos esquecer que Deus é por nós e que, ainda que cruzemos o vale da sombra da morte, o Senhor nosso Deus está conosco, nos guiando, nos habilitando em experiência e sabedoria. Por conclusão, não podemos jamais desanimar, nem esmorecer nesta jornada. Deus é por nós, tenhamos, pois, bom ânimo e confiemos absolutamente em Deus.

pensador

    http://cezarazevedo.com.br/plano-de-salvacao-por-pergunta/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-novo-convertido-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/estudo-para-batismo-0110/

    http://cezarazevedo.com.br/ministracao-para-libertacao-interior-e-perdao/

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

 

Leave a Comment