sex video xnxx porno brasil Porno porno hd porno filme
Comentários no Evangelho de João

Comentários em João 13.25,26

Jo 13.25

"Então, aquele discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: Senhor, quem é?" (Jo 13.25). Toda a situação da ceia foi altamente constrangedora. Pairava sobre os discípulos a revelação da presença de um traidor. Pedro solicitou que João perguntasse a Jesus pela identidade deste indivíduo. Nenhum com deles sabia quem podia ser, não havia indícios que apontasse para Judas. Se fosse possível levantar o véu da realidade, seria visto no mundo espiritual Satanás instigando os discípulos a traírem Jesus. De todos Judas era o mais suscetível dentre eles. Judas agia como o tesoureiro do grupo, responsável por receber ofertas e fazer os devidos pagamentos dos gastos incorrido pelos discípulos e por Jesus. Lidar com dinheiro é sempre um problema para o ser humano. E Judas estava sendo envolvido por sua cobiça, em que pese o fato de ter vendido Jesus por tão somente 30 moedas de pratas. Provável Judas estava fazendo jogo duplo, por um lado traindo Jesus com ganho pessoal, por outro pensou que sendo discreto, a sua traição obrigaria Jesus reagir, agindo por força e, deste modo, assumindo o poder em Israel. Se o golpe de Judas desse certo, quem sabe ele ainda poderia ser o ministro de finanças deste novo reino. Diante da desconfiança que pairava naquele lugar coube a João inclinar-se para sussurrar nos ouvidos de Jesus, perguntando quem seria o traidor. Se Jesus apontasse formalmente Judas, Ele deixaria a condição de profeta para se tornar juiz e não era este seu papel naquele momento. Era noite de Páscoa e Jesus estava se apresentando como o Cordeiro de Deus. Sua traição desencadearia os eventos para a crucificação de Jesus. Portanto não cabia a Jesus responder objetivamente a pergunta, mas profetizar o acontecimento para dar continuidade a sua missão. Naquela noite a serpente estava preparando o bote para morder o calcanhar de Jesus, levando-o a morte. Mas este seria o sinal da derrota da serpente, pois ao terceiro dia Jesus haveria de ressuscitar.

Jo 13.26

"Respondeu Jesus: É aquele a quem eu der o pedaço de pão molhado. Tomou, pois, um pedaço de pão e, tendo-o molhado, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes." (Jo 13.26). Uma das regras da boa liderança é elogiar em público, repreender em particular. Foi o que Jesus fez naquela noite. João havia perguntando quem seria o traidor. Jesus respondeu enigmaticamente que o traidor saberia ao receber o pedaço de pão molhado. Em seguida Jesus fez exatamente o que disse: molhou o pão e deu a Judas, filho de Simão Iscariotes. Este, ao comer do pão soube que Jesus o identificara como traidor. Mesmo assim ele não se arrependeu do ato, continuou comendo como se nada tivesse acontecido. Tirando as proporções, muitos cristãos participam da ceia do Senhor do mesmo modo. Mesmo ouvindo a mensagem, mesmo sabendo que não estão em ordem com Deus, mesmo não discernindo o corpo de Cristo, continuam comendo da ceia sem o menor traço de arrependimento. Outros adotam atitude oposta. Sabendo que não estão em ordem com Deus deixam de participar da ceia do Senhor. Quem assim age acha que é a melhor atitude, assim não participa da ceia de modo indigno. Ocorre que a ceia do Senhor, quando compreendido seu verdadeiro significado, não deixa opção ao crente. Ele não tem outra alternativa senão tomar do cálice e comer do pão. No entanto para isso precisa estar arrependido de seus atos praticados contra o Senhor. Porque esta é a única opção? Porque Jesus disse que não participar da ceia significa não parte com Ele. Ou seja, na ceia a pessoa tem de fazer a escolha sobre quem é mais importante para ela: permanecer no pecado ou, arrependida, voltar-se para o Senhor. Lembra que Caim optou por sair da presença de Deus, o resultado foi o dilúvio. Por isso Paulo escreveu que muitos, participando da ceia indignamente estão fracos, enfermos e, mesmo, alguns chegam a morrer fisicamente. A ceia do Senhor é um momento solene, pois faz lembrar a morte de Cristo na cruz e Ele morreu para tirar o pecado da pessoa.

Leave a Comment